A real sobre as mães que consomem maconha - Nowdays
Reality Check
Reality Check

A real sobre as mães que consomem maconha

Neste dia das mães, perguntamos a elas como se relacionam com a maconha, com a maternidade e a sociedade. Com a intenção de sacar a real e combater narrativas ultrapassadas que seguem reafirmadas por aí.
by Michelle, May 08, 2021
0 comments.

Aqui no Brasil sequer teremos atualização do censo, quem dirá uma pesquisa voltada à mães e maconha. Pensando nisso, fizemos as perguntas diretamente à elas, sobre sua relação e pensamentos sobre a planta e maternidade. Com a intenção de sacar a real e combater narrativas ultrapassadas que seguem reafirmadas por aí. Apesar de uma amostra pequena, ficamos felizes com o número de respostas: mais de 500!

Foto de planta de maconha com os escritos "Cannabis na maternidade" - Pesquisa realizada pela equipe Nowdays

                                                                                       *texto baseado na pesquisa realizada no perfil @nnowdays

A maconha antes, durante e após a gestação

O tema é controverso, estamos cientes. Mas, vale pontuar, aqui não estamos falando sobre o uso da planta durante a gestação. Pra esse debate, precisaríamos da fala de especialistas e o consenso atualmente é de que grávidas não devem consumi-la.

A questão aqui é que a recomendação médica termina com o fim da amamentação. É comum vermos recém mães exibirem suas taças de vinho como forma de lidar melhor com o puerpério, mas ai da mãe que disser em voz alta que faz uso de maconha. A maioria, 78%, prefere esconder sua relação com a planta de familiares, colegas de trabalho e das crias.

Não é de se estranhar, afinal, a maternidade vem com um manual longuíssimo de instruções, ritos de passagem, comemorações e regras de como lidar com o fato de gerar uma criança e colocá-la nesse mundo. Parece que muita gente esquece que antes de serem mães, já tinham um estilo de vida e não deveriam ter que abdicar da sua personalidade pra serem exclusivamente mães.

Entre as mães que responderam nossa pesquisa, a grande maioria já usava maconha antes da maternidade. 51% fazia uso regular, 37% usava de vez em quando, e só 12% passaram a usar depois da gestação. O que isso, especificamente, quer dizer? Que as mães que usam cannabis por qualquer motivo que seja, estão apenas tentando ser elas mesmas em um mundo que insiste em definir como devem ser.

Saindo do armário

Não tem jeito certo de ‘sair do armário’ em relação à planta, e ⁣já sabemos que a experiência de cada um é diferente e que é sempre bom ponderar se vale a pena comprar essa briga com as pessoas à sua volta. Mas, para desestigmatizar a maconha num país conservador e racista como o Brasil, precisamos falar livremente sobre nossas experiências em âmbito coletivo.

Não só para incentivar outras pessoas a se abrirem ao debate, mas também porque acreditamos que normalizar o uso da erva é o primeiro passo para corrigir erros e finalmente legalizá-la para todos. Não é segredo que muitos de nós consumimos, impunemente, a mesma planta que coloca injustamente milhares de pessoas, maioria negras, atrás das grades.

Mães: Maconha X Bebida Alcoólica

Não é segredo que ingerir bebidas alcóolicas é muito mais aceito socialmente do que fumar maconha de vez em quando. Assim como a cannabis, também não é recomendado que gestantes bebam. Todo mundo sabe. E o vinho nunca vai sair de moda, então não estamos abrindo uma guerra com os amantes de uma tacinha. Mas, entre as mamães que nos seguem e responderam nossa pesquisa, 86% preferem a maconha ao álcool no fim de um longo dia.

Vale lembrar que a galera que segue a gente majoritariamente já curtia o universo canábico, né? Mas não deixa de ser uma amostragem significativa da nossa geração. Além da preferência, 23% substituíram totalmente seu consumo de bebida alcoólica pelo de cannabis e 53% substituíram parcialmente.

Também não é novidade pra ninguém que o Brasil é um país desigual pra caral***, em qualquer esfera. Inclusive, no consumo de maconha. Ao responderem à pergunta ‘Como a Cannabis está inserida na sua vida?’. 48% disse que fuma prensado, 49% disse que fuma outras STRAINS kkkk além do prensado. (Obviamente sabemos que prensado não é strain, ok. É uma piada.) Mas aqui estamos falando de tudo que dá pra fumar e que não é prensado. Rs. E os outro 4% ficam divididas entre comestíveis, uso sublingual, e tópico.

Nosso desejo é que com o tempo a Nowdays consiga ter um panorama mais real por meio das nossas pesquisas. Por isso, compartilha aí com quem você acha que tá disposto a conversar não só sobre a maconha, mas sobre o ‘viver bem’ sob uma perspectiva diferente.

Obrigada pela participação e feliz dia das mães!

Comentários

Comentar