freiras maconheiras

Conheça as freiras maconheiras da Califórnia

freira maconha

As ‘Sisters of the Valley’ são famosas no mundo inteiro. Conhecidas como as ‘freiras maconheiras’, elas causam polêmica desde que surgiram, em 2015, mas isso não impediu que fizessem sucesso (e dinheiro). Mas, afinal, quem são? O que fazem? São freiras de verdade, ligadas à religião católica? No Reality Check de hoje, vamos te contar tu-do sobre elas.

Não são católicas!

Apesar de se vestirem, aparentemente, como freiras, as irmãs não são afiliadas à igreja católica. Na verdade, não pertencem à nenhuma ordem religiosa. O que não quer dizer que não sejam devotas ou tenham seus próprios rituais e crenças.

Inclusive, são frequentemente acusadas de desrespeitar a religião cristã: “O principal mal-entendido sobre nós é achar que rezamos para a planta. Cannabis não tem nada a ver com nossa espiritualidade”, conta irmã Kate, fundadora do grupo, em entrevista.

freiras maconheirasA importância da lua

As Irmãs organizam suas vidas – e o cultivo de maconha – baseadas no calendário lunar.  Essa é uma das  três regras básicas para fazer parte da organização. As outras duas são ter compaixão pelas pessoas e acreditar no “místico e mágico do outro lado”. Não precisar se privar de sexo pra participar da ordem.

Elas acreditam que seguir os ciclos lunares aumente os poderes de cura da planta e consequentemente a eficácia de seus produtos, que incluem óleos, sabonetes, bálsamos, tópicos, tinturas e muito mais.

Ativismo

Elas dedicam sua vida ao cultivo de maconha e à venda de medicamentos derivados da planta. Tudo em uma fazenda na cidade de Merced, na Califórnia, em que o uso medicinal é regulamentado.

A organização é formada por mulheres de todas as idades que têm um objetivo em comum: lutar ativamente contra um sistema de saúde que historicamente nega a medicina holística e alternativa: “A planta nos permite ter um estilo de vida voltado ao nosso ativismo e à nossa espiritualidade. É assim também com sálvia branca, cúrcuma, gengibre e outras plantas que colocamos nos produtos.”

Inspiração

As freiras que cultivam maconha se inspiram nas Beguinas, mulheres independentes que vieram antes das freiras católicas, que moravam juntas em comunidades e cuidavam dos mais pobres e doentes.

Curtiu? Se quiser ir mais à fundo, tem até documentário sobre a história das freiras maconheiras! Chama Breaking Habits. E elas também tão no Instagram!

Se tiver de bobeira aí, aproveita pra passear pelo blog! Em People tem um monte de entrevista foda e em Basics um monte de conteúdo informativo e descomplicado. 🙂

Share this post

Leave a Reply

Your email address will not be published.