Já ouviu falar sobre os canabinóides CBN e CBG? - Nowdays
Cannabis A a Z
Cannabis A a Z

Já ouviu falar dos canabinóides CBN e CBG?

Por muito tempo a atenção foi totalmente voltada a entender a molécula do THC. Depois, o CBD ganhou a atenção do mundo por ter um monte de propriedades e não ser psicoativo. Mas, e os outros canabinóides? Vamos te apresentar alguns hoje no Cannabis A a Z.

by Michelle, Jun 30, 2021
0 comments.

Conforme a popularidade do CBD foi crescendo, surgiu o interesse por outros canabinóides, e pesquisadores vêm explorando o potencial terapêutico dos outros mais de cem compostos da maconha. Hoje vamos te apresentar o Canabigerol (CBG) e Canabinol (CBN), ambos sem efeitos psicoativos, ou seja, não chapam.

Assim como os CBD e o THC, os dois canabinóides mais conhecidos, falados e estudados, o CBN e o CBG também agem por meio dos receptores que temos por todo o organismo, no sistema endocanabinóide.

Sempre é bom lembrar que apesar de apresentarmos os canabinóides pra você separadamente, eles são encontrados no que se chama de ‘espectro canabinóide’ de cada variante genética da maconha. Tem até nome para a maior potência dos canabinóides combinados: efeito entourage. A planta inteira é mais valiosa do que a soma de suas partes isoladas. 😉

Canabinol, CBN

Assim como o CBD, o CBN não é psicoativo, não vai te chapar. Algumas empresas têm feito um marketing pesado em cima do potencial sedativo do Canabinol. Mas, a ciência ainda não conseguiu provar a tal eficácia prometida como a solução definitiva pra insônia. 

O composto é obtido a partir do envelhecimento da molécula do THC. Com o tempo, exposição à luz e oxigênio, o THC é convertido em CBN. Pra descobrir isso, cientistas observaram por 4 anos os componentes da planta nessas condições. Também existe outro processo químico, um pouco mais complicado, que transforma CBD em CBN.

A real é que na gringa, empresas do setor e farmacêuticas estão doidas para hypar o próximo canabinóide com que vão lucrar. Steep Hill, uma empresa de tecnologia e ciência da maconha, fez um marketing digital pesado em torno do CBN ao comparar o canabinóide ao poderoso sedativo Diazepam. 

Pouco tempo depois, a empresa apagou a informação de seu site, com uma observação de que o potencial sedativo do CBN tinha sido identificado primeiramente, mas que o resultado acabou sendo inconclusivo. 

Mas, o que realmente se sabe sobre os potenciais do Canabinol? 

Produtos que contenham em sua composição proporções de CBN combinadas com CBD e THC, podem sim ser aliados na busca por um sono mais profundo e regenerador.

Um sucesso de vendas é o óleo sublingual de rápida absorção da Sunderstorm que, além de CBN, CBD e THC, também tem o suplemento 5-HTP, que pode estimular a produção de melatonina no corpo.

Outra fórmula que é queridinha na Califórnia combina CBD e CBN na mesma proporção, terpenos calmantes e extrato de Melissa, conhecida aqui no Brasil como Erva Cidreira.

Ou seja, é sim possível dormir melhor com a ajuda de produtos com derivados da maconha, mas o CBN em si não é milagroso. Nada é, né? Essa foi a conclusão da jornalista da Mashable que testou vários produtos para esse fim. 

Mas, para além do hype como sedativo, o CBN, assim como o CBD e o THC têm propriedades anti inflamatórias, analgésicas e de aumento do apetite. 

E não para por aí. Uma empresa farmacêutica canadense já está em fase de ensaios clínicos para demonstrar a eficácia de um creme de CBN que pode tratar feridas e sintomas de uma doença de pele rara, a Epidermólise Bolhosa.

Canabigerol, CBG

O canabigerol é considerado a ‘mãe de todos os canabinóides’. Isso porque é da molécula dele que os outros são derivados. Funciona assim: todas as plantas de maconha começam a produzir CBG em sua forma ácida. Quando são expostos à luz ultravioleta ou ao calor, se convertem em THC e CBD. Nem preciso dizer que os potenciais terapêuticos do CBG são otimistas, né?

folhas de maconha que possuem cbg e cbn na mão de cientista

Mas, se liga. Ele é realmente bem especial. Em um nível molecular, o uso médico e terapêutico do CBG parece tão promissor por causa das muitas vias pelas quais ele passa.

Além de, assim como os outros canabinóides, interagir com nossos receptores primários do sistema endocanabinóide, que ajudam a regular o humor, o apetite, o estresse, o sono e a dor.

O CBG eleva o game: Sua molécula interage também com outros tipos de receptores e isso significa que o CBG pode ser capaz de fazer tudo o que o CBD faz, mas com uma eficácia ainda maior. 

Ele é encontrado em concentrações maiores nas plantas mais jovens. Ou seja, antes que a planta tenha tempo de convertê-lo em outros fitocanabinóides. Em flores maduras, o canabigerol é encontrado em quantidades relativamente pequenas, o que torna produtos que contenham o componente mais caros.

A pesquisa sobre CBN, CBG e outros canabinóides foi dificultada por décadas devido à estigmatização da maconha pela política da guerra às drogas. À medida que a legalização da maconha avança pelo mundo, mais pesquisas estão em andamento.

Novas perguntas estão sendo feitas sobre as centenas de outros canabinóides, mas ainda é cedo para apostar as fichas neles isoladamente. É um campo de estudo com muitos potenciais, mas não é uma medicina milagrosa.

Comentários

Comentar

more from nowdays

background-basic