Nowdays - Maconha e sexo: tudo sobre a planta e prazeres íntimos
Cannabis A a Z
Cannabis A a Z

Maconha e sexo: tudo sobre a planta e prazeres íntimos

Quem convive com maconheiros provavelmente já ouviu falar que fumar um pode deixar as relações sexuais mais intensas e prazerosas. É verdade? O Cannabis de A a Z especial dia dos namorados fala sobre maconha e sexo. Vem saber!
by Michelle, Jun 11, 2021
0 comments.

Hoje o Cannabis de A a Z é especial de Dia dos Namorados! Como a maconha pode transformar sua vida sexual, seja nos momentos íntimos com você mesma ou acompanhada? 

No Brasil o Dia dos Namorados é comemorado dia 12 de junho, data inventada em 1949 por João Dória, o pai do governador atual de SP, que era publicitário e encontrou uma forma de lucrar em cima do amor dos outros para trocarem presentes. kkkkk

Apesar da origem tosca, aproveitamos esse dia para te contar o que se sabe sobre a ação da maconha no prazer sexual, libido, fertilidade, e as novidades do mercado ‘canábico erótico’, que se abriu com a legalização, principalmente na Califórnia.

maconha dia dos namoradosAntes de tudo, não custa repetir: relações sexuais de qualquer tipo, que envolvam maconha ou não, precisam de consentimento e proteção, necessariamente. Ah, e já que estamos na parte dos avisos que parecem óbvios mas não são, aqui consideramos todas as formas de amor. Chega de conteúdos heteronormativos sobre sexo, né?

Sexo chapado é melhor?

Não é raro – pra quem fala abertamente de sexo – ouvir relatos picantes que envolvem chapação. Mas, transar chapado é melhor? Entre os efeitos comuns da maconha estão aquela euforia, relaxamento, ficar com toda a parte sensorial aguçada. Combinar isso com situações íntimas parece uma ótima ideia. 

Toques, suspiros, olhares batem na gente com mais intensidade, por estarmos mais sensíveis, o que pode deixar esses momentinhos mais estimulantes e prazerosos. E isso vale pra momentos a sós, também. São indispensáveis pra gente se conhecer melhor. 😉  

Segundo uma pesquisa do Stanford Medical Center feita com 452 mulheres, aquelas que consomem maconha regularmente relataram ter melhores orgasmos, mais excitação e satisfação sexual no geral. 

Os pesquisadores não têm certeza sobre por que exatamente a erva está ligada a um sexo melhor, mas apontam que a sensação de estar menos ansiosas e mais relaxadas antes ou durante um encontro sexual possa ser a resposta para essas experiências. 

Mas, os benefícios da maconha nos momentos íntimos não se limitam aos efeitos do THC, que é o canabinóide responsável pela chapação. O CBD, Canabidiol, também tem efeitos terapêuticos poderosos, que vem sendo cada vez mais usados no campo erótico.

CBD e sexo

Você provavelmente já ouviu falar sobre lubrificante canábico, né? O uso tópico do CBD aumenta o fluxo sanguíneo no local, parte importante no processo de excitação. A região pélvica é super sensível e tem uma matriz de nervos que vai até as pernas e sobe pela coluna. Além disso, o cólon contém receptores de canabinóides.

O CBD ajuda a relaxar os músculos e a aliviar a tensão, sendo um ótimo aliado das pessoas que têm dores no canal vaginal ao ter relações. Ou pra relaxar os músculos anais. O Canabidiol é o queridinho dos produtos eróticos.

Mercado Canábico Erótico

A legalização da maconha em diversos países, abriu um mercado que vai desde comestíveis, tinturas, canetas vaporizadoras a diversos produtos voltados para o prazer sexual.

Além dos já conhecidos lubrificantes, também existem supositórios que são tipo um pré-babado. Ele vai liberando CBD e promove relaxamento, tanto anal quanto vaginal. Se preparar pro sexo pode fazer você se conectar mais profundamente com você mesma. A Foria é uma marca especializada em prazer e maconha. Tem até sais de banho com Canabidiol! 

Outras fórmulas desses supositórios canábicos são voltados para ajudar com os efeitos da menopausa, cólicas menstruais e dores causadas pelo vaginismo, um tensionamento involuntário dos músculos da vagina. 

Maconha e fertilidade

Pessoas que ovulam, atenção. Uma pesquisa experimental feita pela Universidade de Guelph, no Canadá, mostrou que altas concentrações de THC nas células podem afetar a estrutura dos óvulos, reduzindo as chances de fecundação. 

Já pros boys, as evidências são conflitantes. O consumo da maconha pode ser um ‘regulador’ de espermatozóides, segundo pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Já um outro estudo clínico, demonstrou que o uso frequente e exagerado de THC pode causar ansiedade, impedir a ejaculação ou causar disfunção erétil.

Curtiu? Vale lembrar que os efeitos da maconha – principalmente aqui no Br em que não sabemos o que consumimos – variam de pessoa pra pessoa. Marcar de fumar um pode ser uma boa forma de quebrar o gelo num primeiro date, mas se você não tá acostumado, abre o jogo! Ou, tenta se masturbar chapado antes, começa sozinho…

Ficou com dúvidas sobre o assunto? Manda pra gente! 

Se liga, tem mais conteúdo em Basics! Lá cê vai encontrar tudo sobre a nossa amada planta e outros métodos alternativos de Wellness, novidades e questões legislativas. Se tiver brisando aí, dá uma passeada pela plataforma, fica à vontade. Em Nowdays People tem várias entrevistas maneiras, também! Ah, se ainda não assinou nossa newsletter, a hora é agora!

Comentários

Comentar

more from nowdays

background-basic