O desserviço que a mídia tradicional presta quando o assunto é maconha
Cannabis A a Z
Cannabis A a Z

O desserviço que a mídia tradicional presta quando o assunto é maconha

Decisão do STJ legaliza o auto-cultivo? Geleia de maconha? Suzane matou os pais porque tava chapada? O Reality Check de hoje desmente as recentes cagadas da mídia tradicional quando o assunto é maconha. Até quando? 

by Michelle, Oct 11, 2021
0 comments.

O Reality Check de hoje é um verdadeiro desabafo misturado de reflexão sobre como a mídia tradicional presta um desserviço bizarro quando o assunto é maconha. Tamo aqui pra desmentir o que for preciso, mas que é cansativo pra caralho, é! Porque não é uma parada que acontece à toa, é o reforço de um estigma que tá aí desde que o Brasil foi invadido pelos portugueses.

Você sabe qual a definição de estigma no dicionário? Olha isso. 

Estigma: es·tig·ma/ sm: Marca ou cicatriz deixada na pele por ferida. 

No caso da maconha, essa marca é racista e cheia de desinformação. E qual é o papel da mídia tradicional nisso? Hoje, vamos passar por três exemplos recentes de como o discurso atrelado à maconha na mídia brasileira ainda é sensacionalista e um desserviço prestado à sociedade.

Falamos da racialização da maconha aqui.

Mês passado, desmentimos aqui os mitos mais comuns quando o assunto é maconha. Daí semana passada foram lançados os filmes baseados nos depoimentos da Suzane e Daniel Cravinhos sobre o assassinato dos pais dela e: Simplesmente um dos estigmas mais bizarros em torno da planta, que virou até meme, foi reforçado: “Fume maconha e você vai matar seus pais.”

Esse tiktok viralizou:

@kauzykaTikTok isso é apenas um vídeo informativo sobre o filme da Carla diaz♬ som original – Kauana Martins

 

Ai, seilá. Queria só rir, mas vou falar sério: Os principais efeitos da maconha são relaxamento, risadas e sonolência. Se a pessoa tiver predisposição para transtornos psicóticos, a maconha não é indicada. Não existe nada que leve a crer que maconha deixa violento ou torna pessoas assassinas. Falamos mais sobre a relação da planta e saúde mental aqui. Enfim, bora pra próxima.

Decisão STJ sobre cultivo

Eaí, legalizou o cultivo para uso pessoal agora? Na semana passada, uma decisão do Supremo Tribunal Judiciário, o STJ, repercutiu bastante nas redes sociais. Mas, a real é que não tem nada de novo nessa decisão do STJ. Tá tudo previsto na lei, a mesma que é uma ferramenta de opressão. Como assim? Quem tem grana pra bancar advogado consegue que tais decisões cheguem ao STJ e sejam realidade. Mas, o que vai definir se a pessoa vai responder por tráfico ou uso pessoal ainda é bem subjetivo. Balança, dinheiro em espécie costumam configurar tráfico, por exemplo. Mas será que é regra? Ou as regras mudam dependendo se a pessoa é rica, pobre, onde mora. 

O Smoke Buddies dichavou o assunto no juridiquês, pra quem curte ir mais fundo. Mas, você precisa saber que na prática, essa decisão não muda nada.

Geleia de maconha

Por último, a bola mais fora de todas, porque inclusive o G1, que costuma ser responsável com as informações, replicou essa baboseira de geléia de maconha que a policia civil apreendeu em São Paulo.

Não sabe do que tamo falando? Aqui. Pô, com uma pesquisa simples dá pra saber que o que tá nessa foto é um concentrado, um tipo de haxixe. A polícia civil passou a informação de que se trata de uma Geleia de Maconha, segundo eles: “Foi a primeira vez que eles apreenderam maconha pastosa. Ela é consumida como alimento.”

Mano! Fala sério…Não vai botar haxixe na comida e achar que é comestível, ein? Já contamos aqui que a planta precisa ser descarboxilada pra ser ingerida como alimento.

Essas foram três paradas recentes que envolvem maconha e que exalam falta de informação e prestam desserviço à sociedade. Isso sem falar que chamam de ‘maconha gourmet’ tudo que não é prensado, demonizam a planta, quem usa, e o THC, quando falam de maconha medicinal. 

A última da Record foi a ‘Maconha Invísivel’, que na verdade é K4, ‘maconha sintética’, produzida em laboratório e que no caso não é maconha, apesar de insistirem em dizer que é. Não é. 

Seguimos aqui pra desmentir histórias mal contadas pela nossa mídia tradicional. Viu alguma parada meio bizarra? Manda pra gente! E já confere os últimos conteúdos que soltamos, também.

Comentários

Comentar

more from nowdays

background-basic