Nowdays - O que é o Sistema Endocanabinóide e qual sua função?
Cannabis A a Z
Cannabis A a Z

Sistema Endocanabinóide: o que é?

Hoje no Cannabis de A a Z vamos te contar tudo sobre o sistema presente no nosso organismo que é já vem de fábrica preparado para receber os componentes químicos da cannabis.  Vem descobrir o que é o Sistema Endocanabinóide, pra que serve, o que tem a ver com maconha? 
by Michelle, Jun 07, 2021
0 comments.

A primeira vez que ouvi falar sobre a existência do sistema endocanabinóide no corpo humano, me perguntei: ‘porque não lembro de estudar isso nas aulas de biologia da escola?’

Pesquisando mais a fundo, descobri que a razão é simples. O Sistema Endocanabinóide (SE) só foi descoberto em 1992. Ou seja, é relativamente recente e a cada dia se tem novas informações sobre ele. 

Inclusive, em janeiro do ano passado (2020), um artigo no Leafly questionava o fato do Sistema Endocanabinóide seguir fora da grade curricular de diversas faculdades de medicina dos Estados Unidos, mesmo após quase 30 anos da sua descoberta. 

O que é o Sistema Endocanabinóide?

O sistema endocanabinóide está presente no organismo de todos os seres humanos. E de outros animais também. Ele existe e está ativo no nosso corpo mesmo que você nunca tenha usado cannabis na vida. 

Apesar disso, até sua descoberta em 1992, ainda não se sabia detalhes sobre a ação da maconha no corpo humano. Por conta do efeito psicoativo, consideravam que fosse uma planta tóxica aos seres humanos. E tem mais, os cientistas só chegaram até o SE porque estavam estudando o THC.

Hoje o SE é considerado o responsável por fazer um ajuste de todas nossas células, em especial nos lugares onde os processos mais complexos rolam, tipo o cérebro, o sistema imunológico e o sistema nervoso. 

Quais as funções do Sistema Endocanabinóide?

Depois de muitas descobertas em relação às funções do Sistema Endocanabinóide, hoje, os especialistas acreditam que a manutenção da homeostase é seu principal papel. 

E o que é Homeostase? Um processo de manutenção da nossa estabilidade interna. Por exemplo, no caso de uma febre, o SE entra em ação para ajudar o corpo a voltar ao funcionamento ideal da homeostase. É o processo de manutenção do nosso equilíbrio interno.

Ainda há muito o que descobrir sobre como o SE exatamente funciona e todas as suas potenciais funções no nosso corpo. Mas, o sistema já foi vinculado a todos esses processos:

  • apetite e digestãofolha de maconha, que atua dentro do sistema endocanabinóide
  • metabolismo
  • dor crônica
  • inflamação e outras respostas do sistema imunológico
  • humor
  • aprendizagem e memória
  • controle motor
  • sono
  • função do sistema cardiovascular
  • formação muscular
  • remodelação e crescimento ósseo
  • função do fígado
  • função do sistema reprodutivo
  • estresse
  • pele
  • função nervosaUfa! 

Interação entre Sistema Endocanabinóide e Cannabis

Aposto que nessa listona aí em cima de processos que envolvem o sistema endocanabinóide você identificou vários dos efeitos típicos da Cannabis, né?  

Conversamos com a psiquiatra Mila Castro, que contou pra gente a importância da descoberta do SE para o avanço da discussão quanto ao uso medicinal e recreacional da cannabis : “Foi o SE que levantou a bandeira das propriedades terapêuticas da Cannabis, lá atrás. Se a gente já tem esse sistema no nosso corpo, podemos fazer uso dele, certo?” 

Ou seja, basicamente, muitas das respostas para a ação da maconha no corpo humano vem da existência do sistema endocanabinóide. Ele é a chave para um mundo mágico.

imagem de pessoa com nuvem na cabeça e fundo de céu

Como ele funciona?

A ação do SE é ao mesmo tempo complicada e minimalista, já que tudo rola em nível microscópico. Várias células espalhadas pelo nosso corpo, não só as do cérebro, têm receptores, que podemos chamar de fechaduras, que se abrem com a chave química dos canabinóides

Essa relação foi descoberta a partir do THC, mas hoje se sabe que há centenas de substâncias que acionam esses receptores, inclusive outros canabinóides presentes na Cannabis, como o CBD e os mais de 100 descobertos até agora.

Mas a ciência e a natureza são tão insanas, que além disso tudo, sabemos hoje que nosso corpo também produz seus próprios canabinóides, que atuam no SE e são chamados de endocanabinóides, ou seja ‘dentro’ do nosso corpo. Enquanto os da Cannabis são os exocanabinóides, já que vem de fora. 😉

Muito doido pensar que o nosso organismo tem um sistema que parece que foi feito pra receber os componentes da cannabis, né? E mais louco ainda é pensar que se os cientistas não tivessem explorado a ação do THC no nosso corpo, talvez demorassem muito mais tempo pra saber da sua existência.

Comentários

Comentar

more from nowdays

background-basic