Turismo canábico: 8 destinos em que a maconha é atração - Nowdays
Reality Check
Reality Check

Turismo canábico: 8 destinos em que a maconha é atração

Parece que finalmente dá pra ver uma luz no fim do túnel pra viver a vida pós pandemia, né? O Reality Check de hoje é uma volta ao mundo por destinos em que é possível viver o turismo canábico. 

by Michelle, Jul 15, 2021
0 comments.

Não dá pra falar que esses quase dois anos de pandemia foram fáceis. Confesso que por aqui a esperança tá começando a dar as caras de novo só agora. Com o avanço (lento) da vacinação, já dá pra ver uma luzinha brilhando da vida pós vacina. Nada melhor que juntar duas coisas que a gente ama: viagem e maconha. Por isso, preparamos uma lista de destinos canábicos pra você ir depois que tudo isso acabar! Nada de aglomeração por agora, viu?

Sim, nós brasileiros ainda somos considerados perigo pro mundo. Mas, já dá pra reviver o tesão em planejar viagens e prometer guardar dinheiro para de fato se jogar!

Sabia que existe uma parada chamada turismo canábico? Tem até agência especializada no ramo, com pacotes de viagens pensadas em satisfazer os amantes do universo da maconha, passando por lugares em que a erva é legalizada.

  • Canadá

O Canadá é o paraíso de qualquer maconheiro. O uso adulto da planta é permitido no país inteiro e existe uma estrutura sólida legal que controla a produção, distribuição, venda e posse de cannabis. Adultos maiores de 18 anos podem possuir, em público, até 30 gramas da maconha legal. Também é permitido o cultivo de até quatro plantas por residência para uso pessoal.

Claro que, assim como funciona para o cigarro, tem lugar em que é proibido fumar. Mas, são tantas opções de consumo, com regularização adequada, rótulos claros… Que parece até um sonho. 

  • Uruguai 

Tão perto e tão diferente (e melhor) em tantas questões… Ah, o Uruguai! Assim como no Canadá, o uso adulto da maconha é legal em todo o território uruguaio. É o Estado que controla todo o mercado, tanto adulto quanto terapêutico.

É permitido comprar até 40 gramas de erva por mês e os residentes podem se registrar para plantar em casa ou se juntar para criar ‘clubes de cultivo’, para produzir até 480 gramas por pessoa a cada ano.

A intenção, além de controlar o consumo, é educar a população quanto aos usos e redução de danos. Turistas são bem-vindos e consomem a erva com tranquilidade por lá.

Ah, e tem uns paraísos no Uruguai, viu? Além dos destinos óbvios do país, como a capital Montevidéu e Punta del Leste,  famosa pelos cassinos, tem também praias maneiras no litoral, como Punta del Diablo.

  • México

O México acaba de entrar pra lista de países que legalizaram o uso adulto da maconha. A decisão foi em junho desse ano! Como é super recente, o Congresso ainda precisa formalizar a legislação sobre o assunto. 

Mas, residentes que quiserem consumir a erva para uso adulto já podem solicitar à Comissão Federal uma permissão que não poderá ser negada. A planta já é descriminalizada no país desde 2017. Os brasileiros já amam ir ao México, imagina agora? Tulum vai aguentar o tranco? 

  • Estados Unidos

California turismo canábicoNos EUA, o uso adulto da maconha já é legal em 19 dos 50 estados. Tá todo mundo ansioso pro Joe Biden legalizar logo tudo em nível federal. 

Enquanto isso, as leis estaduais tão dando conta do mercado milionário que se abre junto com o uso adulto. Agências de viagem oferecem a Rota da Maconha, passando por estados legalizados e fazendo a festa da fumaça!

Uso adulto: Alaska, Arizona, Califórnia, Colorado, Connecticut, Dakota do Sul, Illinois, Maine, Massachusetts, Michigan, Montana, Nevada, Nova Jersey, Novo México, Nova York, Oregon, Vermont, Virgínia e Washington. 

Em outros 27 estados, como Minnesota, Flórida e Havaí, é permitido somente o uso medicinal, mas, em cidades como Miami não é difícil conseguir a carteirinha de paciente, rs. 

  • Chile

A lei chilena permite o ato de fumar maconha e carregar no máximo 25 gramas de erva com você. Além disso, também é permitido cultivar em casa, desde que o vizinho não tenha problemas com isso. 

Ainda é ilegal vender, comprar ou consumir cannabis em público. Mas, por ser descriminalizada e ter leis sobre uso terapêutico com brechas e facilidades de acesso, a cultura canábica é super forte no Chile. Inclusive, é na capital, Santiago, que rola uma das maiores feiras canábicas do mundo, a ExpoWeed.

  • Jamaica

A Jamaica é quase instantaneamente associada à maconha, mas a planta só foi legalizada por lá em 2015, para fins religiosos e terapêuticos. Os rastafáris acreditam no poder da planta para elevação espiritual e praticantes podem usar a planta livremente pra esse fim. 

O porte de maconha permitido por lei no país é de até 57 gramas por pessoa. E também rola ter até cinco plantas em casa. Ou seja, a planta é descriminalizada e tem seu uso permitido em ambientes privados. 

Apesar de culturalmente a planta estar presente no país, fumar em público pode acarretar multa. Mas, muito antes dessa lei de 2015, turistas faziam tours por fazendas de plantações de maconha.

  • Espanha

A Espanha é mais um caso de país conhecido como destino canábico mesmo que ainda tem o consumo, cultivo, posse e compra de maconha ilegais. Mas, a legislação é bem suave, então seguindo as poucas regras, dá pra se divertir.

O cultivo em casa para consumo próprio é liberado e também rola se associar a clubes canábicos. Em público é proibido, no privado, pode. A posse legal permitida para consumo pessoal é de até 100 gramas. Barcelona é um dos destinos queridinhos de quem ama extrações. Os níveis de THC dos concentrados espanhóis são tipo UAU.

  • Holanda

Sim, o mais óbvio fica por último. A capital holandesa, Amsterdã, é conhecida mundialmente como a cidade da maconha e das vitrines de mulheres. Mas, parece que pós pandemia as coisas não voltarão a ser como eram antes.

Apesar de toda a fama, a maconha ainda é ilegal para consumo na Holanda. As regras são bem similares às da Espanha, mas ao invés de chamar os estabelecimentos de ‘clubes canábicos’, os lugares onde a compra e uso da maconha são permitidas são os famosos ‘coffeeshops’. E em casa, claro. A planta é descriminalizada por lá.

Putz.. Fiquei com vontade de sair por aí conhecendo lugares, culturas e fumar maconha boa! E por aí? Já foi pra algum desses lugares? Por aqui, não custa sonhar! Ficou curioso pra saber a que pé anda a legalização da planta por aqui? Falamos disso aqui! 

Comentários

Comentar

more from nowdays

background-basic